Rio de Janeiro tem 17 mil casos confirmados de coronavírus

O estado do Rio de Janeiro chegou hoje (10) a 17.062 casos confirmados de covid-19. A informação é do balanço diário da Secretaria Estadual de Saúde, que acrescentou à contagem 133 novos casos e manteve o número de 10.732 pacientes recuperados.

Os números deste domingo também elevam o total de óbitos confirmados no estado para 1.714, com a confirmação de mais 61 mortes em relação ao número total de ontem (9). O estado investiga ainda 858 óbitos que podem ter sido provocados pela doença. O balanço informa que 170 suspeitas foram descartadas.

Apesar do acréscimo nos números em relação a sábado, a secretaria esclarece que os óbitos e casos registrados não ocorreram necessariamente nas últimas 24 horas. Como a confirmação depende de testes laboratoriais, pode haver diferença entre a data de um óbito e a data em que a ação do coronavírus é confirmada como sua causa.

Com 17 mil casos confirmados, o estado do Rio soma mais ocorrências da doença que alguns países, como Argentina, Israel e Japão, segundo dados da Organização Mundial da Saúde e da Universidade Johns Hopkins, dos Estados Unidos.

A maior parte dos casos do estado está concentrada na capital, que tem 10.520 diagnósticos e 1.126 mortes. Outras cidades da região metropolitana aparecem entre as que somam mais casos, como Niterói (756 casos e 43 óbitos), Duque de Caxias (702 casos e 106 mortes), Nova Iguaçu (591 e 66 óbitos) e São Gonçalo (442 casos e 47 mortes).

No interior, a cidade que tem mais casos é Volta Redonda, com 399 infecções confirmadas e 16 mortes, o mesmo número de óbitos registrado em Petrópolis, onde há 152 casos confirmados.

A cidade do Rio de Janeiro atingiu 10 mil casos antes do previsto pela projeção atualizada semanalmente e divulgada no painel mantido pela Secretaria Municipal de Saúde. A previsão é baseada em cálculos do Instituto de Matemática da Universidade Federal do Rio de Janeiro, e foi revista pela última vez em 5 de maio.  

Ontem, a cidade registrava 10.472 doentes confirmados, enquanto a projeção previa 9.405 casos. Segundo a curva projetada na pesquisa, o patamar de 10 mil casos seria atingido amanhã (11).

 366 total de visualizações,  5 visualizações hoje