Benefícios do Maracujá

O maracujá, além de ser rico em nutrientes benéficos para nossa saúde, ajuda a diminuir os níveis de ansiedade e tensão, muito comuns nos dias atuais. A fruta tropical, de sabor doce e ácido ao mesmo tempo, também é conhecida em inglês como passion fruit (“fruta da paixão”). Considerado um calmante natural, o maracujá possui um quadro nutricional grandioso, que ajuda a turbinar o nosso sistema imunológico e ainda atua no controle da pressão arterial. Além disso, a fruta é rica em alcalóide e flavonóides, nutrientes que atuam em prol do sistema nervoso.

Além de ser um calmante natural, a polpa da fruta é rica em vitaminas do complexo B e C, responsáveis entre outras coisas pela manutenção de nossa saúde mental e emocional. E não é só a polpa que merece atenção. Um estudo realizado na Universidade Federal do Rio de Janeiro mostra que a casca do maracujá evita os picos de insulina (especialmente perigosos para os diabéticos), combate o mau colesterol e ainda ajuda a emagrecer.

Nas sementes, por sua vez, pode ser encontrado um óleo com boa quantidade de ácidos graxos, muito apropriado para uso na cozinha e até em cosméticos, graças à ação emoliente e antioxidante. E as folhas do maracujazeiro também oferecem benefícios semelhantes. Nelas fica a maior parte dos ativos por trás da conhecida ação tranquilizante.

, Benefícios do Maracujá, rtvcjs

Benefícios do Maracujá

  • Fonte abundante das vitaminas AC e outras do complexo B.
  • Apresenta boa quantia desais minerais, entre eles o cálcio, ferro, fósforo e sódio.
  • É um ótimo calmante natural para o organismo humano.
  • A casca é bastante rica em fibras que ajudam na digestão, emagrecem e ainda previnem econtrolam a diabete.
  • Nas sementes é possível encontrar um potente vermífugo (fazendo um suco de maracujá, as propriedades das sementes são automaticamente passadas para o líquido).
  • É um poderoso antioxidante que age contra o envelhecimento precoce dos órgãos e melhora o funcionamento do organismo

O maracujá é apenas contraindicado em casos de pressão baixa: pela ação sedativa do maracujá, a pressão pode cair ainda mais.

Pectina

A pectina é um tipo de fibra solúvel encontrada nas frutas e vegetais, sendo um componente natural desses alimentos. Tem alta capacidade de formar um tipo de gel viscoso, característico das geleias de frutas. Entre os alimentos que apresentam maior teor de pectina estão as frutas cítricas, maracujá, beterraba, maçã e tomate. Por ser uma fibra solúvel, a pectina não é digerida por enzimas humanas, mas tem ação benéfica para a microbiota intestinal e acaba formando uma espécie de gel no intestino, o que melhora o transito intestinal e a absorção de água. Apesar de promover pouco efeito laxativo, a pectina tem ação prebiótica, pois estimula o desenvolvimento da flora intestinal sadia.

, Benefícios do Maracujá, rtvcjs

O maracujá não é muito conhecido pelos seus poderes emagrecedores, mas isso não quer dizer que eles não existam. A pectina, que no estômago se transforma numa espécie de gel não digerível e provoca sensação de saciedade, fazendo a pessoa comer menos.

A pectina é facilmente encontrada em alta concentração na casca do maracujá. Essa substância carrega as gorduras e a glicose presente nos alimentos, eliminando-as pelas fezes. Quanto à glicose, a pectina consegue reduzir a velocidade com que o açúcar entra na corrente sanguínea, e quanto mais lento for esse processo, a fome irá demorar um pouco mais para aparecer.

A farinha dessa fruta é também muito eficiente na eliminação das toxinas acumuladas no organismo: estas prejudicam o funcionamento dos órgãos, desequilibrando o metabolismo — algo que dificulta mais ainda o processo de emagrecimento. Para facilitar essa ação “emagrecedora”, é importante beber no mínimo dois litros de água por dia, pois a farinha é riquíssima em fibras que pedem hidratação constante.

, Benefícios do Maracujá, rtvcjs

Como fazer a farinha de maracujá em casa?

  1. Selecione maracujás firmes e sem rugas. Retire a polpa e corte a casca ao meio e em pedaços;
  2. Coloque em uma assadeira e leve ao forno médio por cerca de meia hora, mexendo de vez em quando;
  3. Retire a assadeira do forno quando a casca estiver torrada. Bata no liquidificador. Se restarem grumos, peneire a farinha.

Sugestão: 1 colher de sopa por dia. Pode colocar no suco ou água ou ainda salpicar na comida. Evite levá-la ao fogo.

614 total views, 12 views today

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *